Estes critérios foram revisados seguindo os comentários que surgiram em uma discussão preliminar aquí.

A apresentação de cada critério tem 3 partes:

  • Um princípio amplo subjaz ao critério de forma a evitar que este seja demasiado prescritivo ou que limite a inovação e a prática;
  • A justificativa para a escolha do critério, e
  • Algumas ilustrações do significado da aplicação do critério, tanto em termos do que podemos esperar encontrar (✔) quanto do que não podemos esperar encontrar (×). Esperamos que as ilustrações sirvam para explicar melhor o critério na prática.

Esperamos que algum tipo de instituição, com representação diversa, faça avaliações finais com base nas evidências apresentadas pelos departamentos que buscam o credenciamento. Vamos explorar com mais detalhe com as partes interessadas como isso pode funcionar em futuros estágios do desenvolvimento da proposta – veja aquí.

Também estão disponíveis em Chinês, Espanhol, Francês e Português

A. Diversidade

1. A existência e o valor potencial de uma variedade de diferentes perspectivas da economia e de outras disciplinas para a compreensão de questões relacionadas à economia são reconhecidos..

Justificativa: Isso garantirá o reconhecimento do valor de uma abordagem pluralista para a compreensão da economia.

Ilustraciones
✔ Essa perspectiva pluralista e interdisciplinar é explicitamente definida como o contexto do programa

✔ As referências bibliográficas incluem autores de diferentes escolas de pensamento em economia e nas outras disciplinas.

× Todas as abordagens para entender as questões relacionadas à economia são tratadas como igualmente válidas em todas as circunstâncias.

× O termo “economia” é usado como se houvesse uma abordagem metodológica única e unificada para entender as questões relacionadas à economia

2. Uma variedade razoável de perspectivas é incorporada ao currículo e suas implicações para a análise econômica e tomada de decisões (com uma expectativa de pelo menos incluir três dessas perspectivas).

Justificativa: Isso garantirá que o pluralismo seja genuíno e não simbólico.

Ilustraciones
✔ As perspectivas abordadas incluem abordagens de equilíbrio e não-equilíbrio, pressupostos sonr eo indivíduo e a sociedade, além de diferentes perspectivas éticas.

× Todas as perspectivas destacam a tomada de decisões individuais (por exemplo, a teoria clássica, teoria dos jogos neoclássica e a economia comportamental) e ignoram as dimensões sociais.

× As perspectivas são ensinadas principalmente de maneira fagmentada, sem identificar as principais interações entre elas

B. Consciência Ecol

3. As perspectivas econômicas ensinadas incluem o entendimento de sistemas econômicos como sistemas abertos com interações potencialmente significativas com sistemas ecológicos.

Justificativa: Isso garantirá que as associações com a crise ecológica sejam incluídas no ensino.

Ilustraciones
As perspectivas da economia ecológica estão incluídas nas disciplinas requeridas dentro do programa.

× Nos sistemas econômicos, o meio ambiente é tratado apenas como insumo e recipiente.

C. Mundo eal

4. O ensino incorpora a discussão teórica de sistemas do mundo real ricamente descritos a partir de diversos contextos.

Justificativa: Isso garantirá que a teoria e as evidências se informem efetivamente.

Ilustraciones
✔ O ensino aborda teorias e questiona quais evidências dão suporte a sua aprovação ou reprovação, incluindo o reconhecimento dos motivos pelos quais as teorias não foram aprovadas ou são tautológicas.

✔ A ênfase recai tanto no raciocínio indutivo quanto no dedutivo e, no último caso, são exploradas várias premissas iniciais.

Os vínculos importantes entre as esferas econômica, social, ecológica e política não são ignorados (por exemplo, desigualdade ou condicionamento da publicidade) e é adotada uma abordagem analítica sistêmica.

Perspectivas, contextos e questões do Norte e do Sul, e diferentes raças, gêneros (por exemplo, trabalho não remunerado), realidades ecológicas, classes sociais, etc, são incluídos

× Os exemplos do mundo real são escolhidos porque se ajustam melhor às teorias.

5. O ensino explora e da suporte ao entendimento das limitações e valores associados a uma variedade de fontes de evidências, incluindo dados, mas não se limitando a eles.

Justificativa: Isso garantirá que uma gama completa de evidências seja considerada e que a influência da interpretação das evidências seja compreendida.

Ilustraciones
✔ As evidências qualitativas são incluídas como uma fonte válida.

✔ São discutidas as definições dos principais dados, como desemprego, PIB, índices de preços e pobreza, e destacados seus aspectos controversos.

✔ Representações e interpretações da economia são explicitadas e questionadas.

✔ As conclusões são avaliadas e comparadas com base em diferentes interpretações e fontes de evidências.

× Os dados são apresentados como se fossem objetivos, sem nenhuma discussão sobre suas fontes ou sobre as representações e interpretações subjacentes.

× A evidência qualitativa é ignorada.

D. Aprendizado reflexivo

6. 3. As perspectivas econômicas são ensinadas dentro de um contexto histórico, explorando a interação com a história econômica, política e social.

Justificativa: Isso garantirá uma ampla visão geral do pensamento econômico, incluindo o pensamento neoclássico, mas sempre colocado em um contexto mais amplo, em vez de ser ensinado como uma ciência objetiva autônoma.

Ilustraciones
✔ Os programas de mestrado em economia incluem como requisito uma disciplina sobre a história do pensamento econômico.

✔ Os programas de mestrado interdisciplinares incluem como requisito uma ou mais disciplinas, uma sessãoou sessoes introdutórias sobre a história do pensamento econômico.

× A economia neoclássica é apresentada como uma ciência objetiva que substitui as perspectivas anteriores.

7. O ensino promove aprendizado ativo, incentivando a reflexão honesta e aberta, além da crítica de suposições e valores subjacentes a diferentes perspectivas sobre as questões econômicas (incluindo as perspectivas do professor e do aluno)

Justificativa: Isso garantirá que a consciência crítica e o pensamento criativo estejam no centro do aprendizado de economia.

Ilustraciones
✔ Investigação das implicações dos diferentes objetivos para a política econômica (por exemplo, minimizar os impactos ambientais versus maximizar o PIB versus promover a igualdade).

✔ Examinar quais orientações de política emergem do uso de diferentes perspectivas econômicas para abordar as questões do mundo real.

✔ Engajamento nas perspectivas econômicas de diversas comunidades, por exemplo através de atividades em empresas, ONGs e grupos comunitários.

✔ Investigação do impacto do contexto, das influências e dos valores sobre as perspectivas econômicas consideradas por indivíduos e grupos.

✔ Inclusão de exercícios para incentivar a reflexão sobre o impacto de diferentes perspectivas, vieses e suposições, tais como jogos e dramatizações.

✔ Incentivo para que os alunos diversifiquem as fontes que eles usam para aprender e desenvolver sua capacidade de aprender a aprender.

✔ Os processos de avaliação dos programas se concentram nas abilidades crítica e criativa dos alunos.

× Os programas envolvem apenas aulas expositivas que estimulam um aprendizado passivo.

× A avaliação é principalmente baseada em questões de múltipla escolha e na reprodução de verificações.

E. Melhoria Contínua

8. O (s) departamento(s) que oferece(m) o(s) programa (s) estã(o) comprometido (s) com o contínuo desenvolvimento de sua capacidade e cultura para dar suporte para uma abordagem pluralista no ensino de economia.

Justificativa: Isso garantirá o desenvolvimento contínuo de uma prática pluralista e interdisciplinar no(s) departamento(s)

Ilustraciones
✔ Os departamentos têm um programa de desenvolvimento profissional para apoiar o pluralismo e a interdisciplinaridade.

✔ Os departamentos têm uma estratégia de seleção de profissionais que estimula a construção de uma variedade de competências.

✔ Os departamentos incentivam maior diversidade de gênero, social e racial para superar o viés histórico.

✔ Os departamentos incentivam diálogos interdisciplinares e transdisciplinares, construindo relacionamentos entre departamentos e com comunidades fora da universidade.

× Os departamentos estão focados apenas na pesquisa de sua própria disciplina.